Segunda, 20 de Novembro de 2017

Venda do milho pode ter redução de alíquota

1 MAR 2010Por 04h:13
Técnicos da Secretaria da Produção e Desenvolvimento Agrário estão estudando formas de ajudar os agricultores de MS no que se refere à safra de inverno de 2010. O milho, responsável por quase 80% da safrinha no Estado (de 1 milhão de hectares o milho fica com mais de 700 mil), está com o preço muito ruim, o que representa fator de desestímulo ao produtor. Nesse sentido, o Governo, por meio da secretaria, tem trabalhado para favorecer o aumento do consumo interno, e também estuda medidas que facilitem as condições de comercialização do milho estocado nos armazéns, e também da nova safra que começa a ser plantada. Dia 10 de março vence o período considerado favorável para o plantio do milho safrinha, sem que o produtor enfrente os riscos de possíveis veranicos ou até mesmo geadas antes da colheita. De acordo com Jerônimo Alves Filho, superintendente de Agricultura na Seprotur, por meio do Fundo Constitucional do Centro- Oeste – FCO – foram aplicados R$ 69 milhões na expansão da suinocultura estadual, o que representará, com certeza, aumento do consumo interno do milho. Além disso, outras medidas estão sendo estudadas, inclusive seguindo exemplos como o de Minas Gerais, onde se aplicou a redução de alíquotas do ICMS em transações comerciais interestaduais. Também há casos de subsídios ao frete de transporte do milho. Tudo isso está sendo estudado pelo Governo do Estado, podendo ser aplicado em breve em Mato Grosso do Sul, como forma de facilitar a comercialização do milho. Nas duas ultimas safrinhas de milho, o Estado cultivou 890 mil hectares e 852 mil hectares. O representante da Secretaria acha cedo para arriscar o quanto deve ser plantado na safrinha de 2010, mas o mercado está acred itando em uma redução, mesmo que leve, na área plantada em função, logicamente, das condições de mercado que estão caracterizadas não apenas pelo preço baixo do produto, como também pelos altos estoques em MS e no Brasil. (MH)

Leia Também