Terça, 21 de Novembro de 2017

CLÁSSICO DA COPA

Troca de farpas entre alemães e argentinos esquenta duelo

2 JUL 2010Por 07h:12
Johannesburgo, África do Sul

Dono de uma língua afiada, Diego Armando Maradona aumenta o clima hostil na troca de farpas com a Alemanha, adversário nas quartas de final da Copa do Mundo. Bem-humorado, o técnico da Argentina tirou um sarro do meio-campista Schweinsteiger. “Que acontece contigo, está nervoso?”, questionou.
Schweinsteiger iniciou as provocações ao citar que os argentinos exageram na catimba dentro de campo. Ontem, o lateral Lahm aumentou o clima turbulento ao falar que os times sul-americanos não sabem perder. “Não temos tempo para pensar no Schweinsteiger ou em qualquer outro jogador. Os nossos garotos querem sair do campo com a revanche da derrota de 2006. A gente não está interessado em quem costuma bater, em quem não sabe perder...”, avisou o ex-camisa 10.
Com o conhecimento de quem está desde 2003 no Bayern de Munique, o zagueiro argentino Martín Demichelis disse que a declaração de Schweinsteiger  demonstra respeito. “O que Schweinsteiger disse é um ato de nervosismo e de respeito. Eles respeitam muito a gente. Há três meses os vencemos (1 a 0) em sua casa”, assegurou.
Embora tenha pela frente um rival habilidoso e ofensivo, Maradona promete colocar a Argentina no ataque no sábado. A intenção da equipe sul-americana é mostrar suas armas e assustar a Alemanha. “Cada partida nos traz uma história diferente. Vamos sair e buscar o ataque. Nossa intenção é jogar no campo deles”, afirmou Maradona.

Leia Também