Sexta, 24 de Novembro de 2017

TRE mantém multas a Junior Mocchi e Giroto

17 JUL 2010Por 07h:25
O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) manteve as multas por propaganda eleitoral antecipada dos candidatos a deputado estadual, Junior Mocchi (PMDB), e a federal, Edson Giroto (PR). Os dois foram multados em R$ 5 mil cada um. Eles recorreram e perderam no TRE.
A condenação de Junior Mocchi é resultado de representação da Procuradoria Regional Eleitoral, que apontou a prática de propaganda eleitoral em um evento realizado pelo deputado na Assembleia Legislativa e transmitido e noticiado pela TV e sites da Casa de Leis. Já Giroto foi alvo de ação do Diretório Regional do PT. Ambas as decisões condenatórias comportam recurso.
Na representação, o PT ataca uma peça de propaganda partidária do PR. A ação destaca o trecho em que Edson Giroto diz que “Mato Grosso do Sul vive uma nova realidade rumo ao desenvolvimento. O governador André (Puccinelli) equilibrou as finanças e agora realiza os investimentos que transformam Mato Grosso do Sul no Estado forte e respeitado por todos. Como secretário de Obras, participei ao seu lado da construção dessa transformação e, como integrante do PR, defendo que este trabalho continue com o apoio de todos. Sou Giroto e contamos com você”.
Para o juiz eleitoral Luiz Gonzaga Mendes Marques, a propaganda em que Giroto aparece não deixa dúvidas da intenção de “ser merecedor da sua confiança através do voto”. A expressão “sou Giroto e contamos com você” demonstra, para o desembargador, a implícita pretensão de obtenção de votos, “já que não se imagina que o interlocutor pudesse estar a pretender ‘contar’ com qualquer outra coisa, como amizade, simpatia, afeto, por exemplo”. (FB)

Leia Também