Domingo, 19 de Novembro de 2017

Copa do Mundo 2010

Tevez cria polêmica e agita partida contra a Alemanha

30 JUN 2010Por 08h:04
Pretória, África do Sul

O atacante Tevez disse ontem que considera a seleção mexicana mais forte que a Alemanha, adversária da Argentina nas quartas de final da Copa do Mundo da África do Sul. O jogo será realizado no próximo sábado, na Cidade do Cabo. “Eu tinha mais medo do México do que da Alemanha, pois os mexicanos jogam um melhor futebol. Eles tiveram mais posse de bola nos minutos iniciais do primeiro tempo e no começo do segundo. Nós sofreríamos mais se eles não tivessem falhado em alguns momentos”, disse o jogador, ao jornal argentino Clarín.

Tevez foi um dos cinco remanescentes da Copa do Mundo da Alemanha, disputada em 2006. Nas quartas de final daquela competição, os bicampeões mundiais foram eliminados pelos donos da casa na disputa por pênaltis, após empatarem no tempo normal em 1 a 1.

Dessa vez, ele espera que a história seja diferente. “Minha fome pela glória é tão grande, que não posso nem imaginar em não vencer a Copa. Não poderia suportar uma derrota no sábado”, disse o atleta de 26 anos, que atua no Manchester City.

Irritação
Eleito o melhor jogador em campo diante do México, Tevez ganhou confiança com a boa atuação. Só fica irritado agora quando lembra que o telão do estádio Soccer City mostrou o seu impedimento no lance do primeiro gol. “Pensei que anulariam o gol. Esse filho da p... que passou o vídeo.... Foi uma vergonha. Isso não se pode fazer, velho. Por isso, o Leo (Messi) ficou parado e ninguém correu comigo para festejar o gol. Quando o assistente correu para a metade do campo, fiquei mais tranquilo e os meus companheiros vieram comemorar”, recordou o jogador.

Leia Também