Quinta, 23 de Novembro de 2017

Termina hoje prazo para pagar o IPVA

29 JAN 2010Por CARLOS HENRIQUE BRAGA09h:32
A cota única à vista ou a primeira das três parcelas do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) vence hoje no Estado. Os descontos são de 10% para pagamento à vista. Este ano, o valor do imposto é 11% menor em virtude da queda no valor de carros usados constatada na tabela Fipe, usada como base no cálculo do imposto. Em MS, foram emitidos 19.716 carnês de IPVA referentes a caminhões e ônibus; 248.963 de motos e ciclomotores e 306.816 automóveis e utilitários. As alíquotas para pagamento do tributo são 2,5% para veículos de passeio; 1,5% para caminhões, ônibus e micro- ônibus e 2% para motocicletas, quadriciclos e triciclos. Veículos isentos do tributo somam 330 mil. Faltam informações sobre parcelamento também no carnê de pagamento do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), que vence hoje. Assim como no boleto do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) — que traz apenas o valor da sua primeira parcela, como mostrado pelo Correio do Estado na última quarta-feira — o do imposto estadual não informa o valor mínimo de R$ 25 por parcela para motos e R$ 50 para carros. A Secretaria de Fazenda de Mato Grosso do Sul (Sefaz) esqueceu de avisar a Manoel Luiz de Souza, e outros 248 mil donos de motos no Estado, de que o valor de seu carnê não atinge o mínimo de parcelamento. No caixa do pagamento, Souza abriu mão do desconto de 10% à vista para tentar dividir os R$ 70 de seu tributo em três vezes, mas por pouco — exatos R$ 1,67 por mês — não conseguiu. “Eu entendo que o governo quer o dinheiro na hora, eu também queria se fosse ele, mas para o trabalhador é difícil ter dinheiro no fim do mês, mesmo que pareça pouco para alguns, é dinheiro”, afirmou o aposentado, que circula em uma moto 2007 no valor de R$ 3.500, e diz já ter pago valores semelhantes ao desse ano em três vezes. O valor pago de IPVA pelos motociclistas corresponde a 2% do valor de venda do veículo. A falta de informação por parte dos governos estadual e municipal confunde contribuintes. No caso do tributo estadual, a Sefaz, responsável pela arrecadação, não menciona em seu site os valores mínimos de parcelamento e, mesmo na véspera do vencimento do imposto, continuou trabalhando em seu horário normal, até às 13h30min, deixando contribuintes sem o atendimento por telefone na outra metade do dia. Procurada pela reportagem, a assessoria de imprensa do governo não deu explicações sobre a inexistência de informações sobre o valor mínimo nos boletos de cobrança, ou no site da Sefaz, até o fechamento dessa edição. Como pagar Os boletos de IPVA podem ser quitados nas agências do Banco do Brasil, Itaú, Caixa Econômica Federal, HSBC, Sicredi, Rural, Bradesco e Safra; ou ainda nos quiosques do Conta Fácil, casas lotéricas (até R$ 1.000), e agências fazendárias locais (Agenfas). Alguns bancos oferecem pagamento pela internet ou caixa eletrônico. Quem perder a data de pagamento, deverá imprimir carnê com novo dia de pagamento no site www. sefaz.ms.gov.br — se escolher essa opção, fique atento às multas e taxas de juro.

Leia Também