Sábado, 18 de Novembro de 2017

Terenos produz mel especial, com pimenta

31 MAI 2010Por 08h:32
Mel com pimenta. Que sabor exótico deve resultar dessa diferente mistura. Trata-se de um novo produto, que deve chegar ao mercado sul-mato-grossense muito em breve.
A novidade está sendo produzida pelo produtor rural Nicanor Ramos, que tem sua propriedade em Terenos. A iguaria foi apresentada durante o 18° Congresso Brasileiro de Apicultura, que aconteceu em Cuiabá, e por suas características e sabor exótico chamou muito a atenção. Das unidades levadas para exposição e venda não sobrou nenhuma e ainda houve uma lista de interessados em comprar posteriormente. Sucesso completo.
O apicultor, que inovou de forma positiva em sua atividade, faz parte do Projeto de Apoio à Produção Sustentável no Território da Reforma, que trabalha com pequenos produtores, garantindo-lhes  assistência técnica e ajuda na hora da comercialização dos produtos. De acordo com o consultor em apicultura, Gustavo Bijos, as bisnagas de mel com pimenta não foram suficientes. “Durante o Congresso, lá em Cuiabá, esse foi o assunto mais comentado. Tudo foi vendido em cinco minutos e várias pessoas queriam saber onde encontrar o produto”, destaca.
A apicultura em Mato Grosso do Sul vem ganhando cada dia mais espaço, especialmente com a possibilidade de integração dessa atividade com a silvicultura, outra atividade em franca expansão no Estado. São 1.300 criadores de abelha no Estado que produzem 650 toneladas de mel por ano. Para fortalecer a categoria, a Federação da Apicultura de Mato Grosso do Sul criou um programa que estabeleceu metas de desenvolvimento da atividade. “Até julho de 2011 nosso objetivo é ter 100% dos apicultores associados utilizando rastreabilidade, comercializando produtos inspecionados, produzindo acima de 35 quilos de mel/colmeia por ano, entre outras ações”, anuncia Bijos, que é também presidente da Federação.
Dentro do Projeto Território da Reforma, a apicultura também encontra um bom espaço, onde os produtores já comercializam seus produtos nas regiões onde vivem. A apicultura é uma atividade promotora de desenvolvimento sustentável, que é um dos pilares do projeto.

O evento
O 18° Congresso Brasileiro de Apicultura foi realizado na cidade de Cuiabá, entre 19 a 22 de maio, no Centro de Eventos do Pantanal. O evento, que a cada ano acontece em uma cidade, teve a presença de 76 pessoas de Mato Grosso do Sul, entre produtores, empresários e pesquisadores. O tema deste ano foi “Abelhas: Polinizadoras do Desenvolvimento Sustentável”.

Território da Reforma
O Projeto de Apoio à Produção Sustentável no Território da Reforma tem o objetivo de desenvolver os pequenos negócios rurais, fortalecendo a organização, diversificação e sustentabilidade do agronegócio. Tem como metas aumentar a venda de produtos da agricultura familiar no mercado local, gerar novos postos de trabalho, aumentar a renda dos produtores rurais e diversificar as matrizes econômicas.
O Território da Reforma é uma iniciativa da Fundação Educacional para o Desenvolvimento Rural (Funar) e do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar). Desenvolve ações nos municípios de Anastácio, Bela Vista, Bodoquena, Bonito, Dois Irmãos do Buriti, Guia Lopes da Laguna, Jardim, Maracaju, Nioaque, Sidrolândia e Terenos.

Leia Também