Quarta, 22 de Novembro de 2017

Supersafra derruba ainda mais os valores

27 JAN 2010Por 07h:42
Além da pauta fiscal superior ao preço de mercado, a soja e o milho de Mato Grosso do Sul enfrentam ainda outros três gargalos nesta safra, que podem derrubar ainda mais os preços nos mercados interno e externo. Conforme o analista Carlos Davalo, a supersafra brasileira, aliada à produção recorde norte-americana e ao câmbio, tendem a diminuir as cotações tanto sul-mato-grossenses como de todo o Brasil. Segundo ele, na soja, os preços que no ano passado ultrapassaram os R$ 40 devem chegar aos R$ 30 nos próximos dias. “Entre os meses de janeiro e fevereiro, Mato Grosso do Sul deve colher cerca de 35% da sua safra. Com mais produto à disposição, a tendência é de queda nos preços”, avalia. Hoje a saca de 60 quilos no mercado interno custa R$ 31. Nas exportações, a avaliação também é de decréscimo. Ontem a bolsa de Chicago fechou em US$ 9,44 por bushel (medida que equivale a 27,2155 quilos) e, de acordo com o analista, deve chegar a US$ 9,20 por bushel até maio. (AM)

Leia Também