Segunda, 20 de Novembro de 2017

Supermercado quer eliminar sacola até 2014

16 MAR 2010Por 08h:24
A rede varejista Carrefour Brasil anunciou oficialmente ontem a intenção de eliminar até 2014, de forma gradual, o uso de sacolas plásticas tradicionais em suas lojas. Uma loja em Piracicaba, no interior de São Paulo, foi a primeira do Carrefour a aderir à iniciativa. Segundo a varejista, para estimular a troca das embalagens tradicionais na unidade de Piracicaba, serão distribuídas gratuitamente até o final deste mês sacolas retornáveis. O Carrefour informou ainda que colocará à venda nas lojas outras opções de embalagens sustentáveis. Entre elas, a varejista destaca uma sacola 100% biodegradável, desenvolvida em parceria com a Basf, produzida com base em uma resina especial derivada do milho, que pode se decompor em até 180 dias. Outras alternativas serão as sacolas retornáveis, com preços entre R$ 1,90 a R$ 15,00, além do oferecimento de caixas de papelão aos clientes da rede. Segundo a Associação Brasileira de Supermercados (Abras), o consumo de sacolas plásticas tradicionais anualmente chega a 12 bilhões de unidades. Em média, cada brasileiro utiliza em torno de 66 sacolas por mês. As embalagens tradicionais podem demorar até 400 anos para se decompor. A ação do Carrefour de eliminação da utilização de sacolas plásticas tradicionais é realizada também na França, na China e na Polônia.

Leia Também