Sexta, 24 de Novembro de 2017

Sul-mato-grossenses com mais de 20 anos têm peso acima da média

28 AGO 2010Por 08h:40
Silvia Tada

Sul-mato-grossenses com mais de 20 anos estão com peso acima da média nacional, tanto os homens quanto as mulheres. Na faixa etária de 45 a 54 anos, por exemplo, enquanto os brasileiros médios estão com 74,6 quilos, cidadãos de MS têm 79,3 kg, uma diferença de 4,7 kg. Entre as mulheres, 3 kg separam as senhoras de 55 a 64 anos (68,3 no Estado e 65,3 no Brasil). Os resultados foram divulgados, ontem, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), com a Pesquisa de Orçamentos Familiares 2008-2009 (POF) — Antropometria e estado nutricional de crianças, adolescentes e adultos no Brasil. Entre os estudantes do 9º ano do ensino fundamental, 16,8% apresentava sobrepeso e 8,8%, obesidade, indicou outro levantamento, a Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar 2009.
Nas informações específicas divulgadas sobre o Estado no POF, no qual foram ouvidas 2.247 pessoas, fica constatado que, quando crianças, os sul-mato-grossenses apresentam tamanho maior que os demais brasileiros, com maior peso. Por exemplo, meninos de dois anos têm 96,3 centímetros contra 92 da média nacional. As meninas de quatro anos de MS têm 1,086 metro enquanto as outras, 1,053 m.
Durante a infância, os meninos do Estado permanecem mais altos que os demais brasileiros. No entanto, a partir dos 13 anos, ganham mais peso e começam a ser ultrapassados no tamanho.
Gordinhos
Homens adultos de Mato Grosso do Sul podem apresentar altura maior ou menor que o brasileiro mediano, conforme faixa etária. Já a diferença de peso aparece mais destacada: de 30 a 34 anos, em MS, o homem tem 1,733 m e 77,8 kg, contra 1,716 m e 74,2 kg no País. De 65 a 74 anos, os sul-mato-grossenses estão com 75 kg, em média, 4,7 kg a mais que os demais brasileiros.
As mulheres do Estado, por sua vez, apresentam, em média, 2 kg a mais que as outras brasileiras. De 25 a 29 anos, as moradoras locais têm 62,6 kg (60,5 kg em geral), o mesmo ocorrendo de 35 a 44 anos — 65,4 kg contra 63,8 kg.

Estudantes
Cerca de 2,4% dos alunos estão abaixo do peso ideal. Já a obesidade é maior entre os meninos: 11,8% têm peso muito acima do normal, o segundo maior índice do Brasil, atrás apenas de Porto Alegre (RS). Entre as meninas, 6,6% aparecem obesas e 17,4% com sobrepeso.

Leia Também