Terça, 21 de Novembro de 2017

Suicida ataca comboio da Otan e mata 18

19 MAI 2010Por 06h:24
AGÊNCIA ESTADO, CABUL

Um carro-bomba com um suicida do Taleban atingiu um comboio da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), ontem, na capital afegã, matando 18 pessoas, dentre elas seis soldados - cinco norte-americanos e um canadense – e 12 civis. Este foi o ataque mais mortífero contra a Otan na capital afegã em oito meses.
O coronel canadense Geoff Parker, de 42 anos, foi o militar de mais alta patente das forças do Canadá a morrer desde que a missão do país no Afeganistão teve início, em 2002.
A maioria dos civis que morreu estava num ônibus durante a hora do rush da manhã, ao longo de uma rua que passa pelas ruínas do palácio real e de ministérios. Pelo menos 47 pessoas ficaram feridas, informou o Ministério do Interior.
A poderosa explosão danificou quase 20 veículos. O ataque ocorreu apesar do reforço das autoridades afegãs para impedir a violência na capital. No último violento ataque do tipo, ocorrido em fevereiro, suicidas invadiram dois pequenos hotéis e mataram 16 pessoas.
O atentado ocorre no momento em que a Otan se prepara para uma grande ofensiva em Kandahar, uma província no sul afegão, que é um importante bastião do Taleban.
O secretário-geral da Otan, Anders Fogh Rasmussen, condenou o ataque e garantiu que isso não impedirá os esforços da aliança no Afeganistão. O presidente afegão, Hamid Karzai, também condenou o ataque.

Leia Também