Quinta, 23 de Novembro de 2017

Separados nas ruas, líderes do PT mostram união na TV

2 AGO 2010Por 12h:07
lidiane kober

Apesar de os petistas José Orcírio dos Santos e Delcídio do Amaral aparecerem apenas uma vez juntos no primeiro mês da campanha, o programa eleitoral da chapa majoritária do PT demonstrará unidade. Ontem, as duas principais estrelas do partido se encontraram para gravar o primeiro programa do horário eleitoral gratuito para a televisão. Um pediu voto para o outro.
Um dia antes, no lançamento da candidatura de Paulo Benites (PT) a deputado estadual, em Ponta Porã, Orcírio repetiu que só pedirá votos aos companheiros que caminharem com ele pelo Estado atrás de apoio eleitoral. “Só peço voto para os que me acompanham”, reafirmou.
Segundo a assessoria de imprensa de Delcídio, o parlamentar está afastado da campanha para tratamento de saúde em São Paulo, em decorrência de ter contraído dengue no início deste ano. Mas a partir da próxima semana, o senador entrará de “cabeça” na corrida atrás de votos. “Já estou melhor. Agora vou fazer os últimos exames na terça-feira, aí eu encerro essa questão”, disse. Na outra semana, já vou para rua com o Zeca (Orcírio), Dagoberto, o PT e nossos aliados”, completou Delcídio.
O plano do senador é ir às ruas para fazer corpo a corpo ao lado dos correligionários. Na manhã de ontem, durante a gravação do programa de TV, ele definiu os últimos detalhes de caminhada com Orcírio, com a candidata a vice-governadora, Tatiana Ujacow (PV), e com o candidato a senador Dagoberto Nogueira (PDT). O ato será realizado na próxima semana.
No primeiro mês da campanha, Orcírio e Delcídio só apareceram juntos no lançamento da candidatura a deputado estadual de Laerte Tetila (PT), em Dourados.
Sobre o conteúdo do primeiro programa de televisão, a assessoria dos petistas se restringiu a informar que Orcírio, Delcídio e Dagoberto aparecem pedindo votos um para o outro. Porém, demais detalhes eles não informaram para evitar “sequestro de ideias” por parte dos adversários.
A gravação ainda contou com a participação da candidata a primeira-suplente de Dagoberto, professora Gilda dos Santos (PT), da vice Tatiana, dos candidatos a deputados federal e estadual da Coligação A Força do Povo – Respeito por Você.

Rivais
Enquanto os petistas gravavam o primeiro programa da propaganda eleitoral gratuita, o governador André Puccinelli (PMDB), principal rival de Orcírio, participou do lançamento da candidatura de Ary Rigo (PSDB) a deputado estadual. O ato político reuniu os principais aliados do peemedebista, com cerca de 800 pessoas no comitê central do PMDB, na Avenida Costa e Silva.
O evento foi marcado por críticas ao deputado federal Dagoberto Nogueira. Rigo é rival declarado do pedetista e depois de ver o crescimento do adversário na disputa por vaga de senador, conforme pesquisa do Ibrape para o Correio do Estado, o tucano, da mesma forma que Puccinelli e os demais aliados, engrossou as críticas contra Dagoberto.
Já o candidato do PSOL ao Governo do Estado, Nei Braga, passou o domingo descansando. Ele frisou que, durante a semana, vem se “desdobrando” para conciliar o atendimento de sua lanchonete e a campanha eleitoral. Por isso, decidiu tirar o domingo para “dormir e ficar com a família”. (Colaborou Maria Matheus)

Leia Também