Domingo, 19 de Novembro de 2017

Senad mata 2 e apreende 500 kg de cocaína

9 FEV 2010Por EDILSON JOSÉ ALVES, PONTA PORÃ01h:39
Dois traficantes foram mortos e outros dois ficaram feridos, ontem, durante um enfrentamento com agentes da Secretaria Nacional Antidrogas (Senad) do Paraguai. O tiroteio aconteceu no início da tarde na zona rural de Pedro Juan Caballero, na fronteira com Ponta Porã. Os policiais monitoravam o local onde estavam escondidos 500 kg de cocaína. Além da droga, foram apreendidas armas de fogo de grosso calibre. Conforme as informações da Senad, durante o tiroteio foram mortos Paulo Nunez Lopez, 20 anos, e Nilson Cuevas Ramires, de 22 anos, ambos de nacionalidade paraguaia. Arsênio Lescano, de 30 anos, e Rodney Gonzáles, de 25 anos, foram baleados e socorridos com vida no Hospital Regional de Pedro Juan Caballero. Todos, segundo as autoridades, estavam fortemente armados e tentaram barrar a ação policial que resultou na apreensão dos 500 kg de cocaína, uma das maiores já realizadas no país vizinho. O entorpecente estava armazenado numa propriedade rural conhecida como 8 de Dezembro, cujo proprietário é Clemêncio Gonzáles, pai de Arsênio, um dos baleados pelos policiais. A fazenda, segundo Maria Mercedes Castiñeira, do setor de relações públicas da Senad, está situada na colônia Lorito Picada, a cerca de 40 quilômetros da linha divisória do Paraguai com Mato Grosso do Sul, portal de entrada do entorpecente com destino aos grandes centros como Rio de Janeiro e São Paulo. O promotor de Justiça Francisco de Vargas acompanhou a operação. Ele disse que o serviço de inteligência descobriu que uma aeronave clandestina tinha aterrissado nas imediações da propriedade rural descarregando 500 kg de cocaína, colocados em seguida na carroceria de uma caminhonete Mitsubishi, placas paraguaias ADO-432. Toda a área passou a ser vigiada e, no momento em que os traficantes se preparavam para retirar a droga, foram surpreendidos. Vargas disse que a reação foi imediata, com disparos de rajadas de tiros de submetralhadoras e de escopeta calibre 12 milímetros. Os policiais, segundo ele, revidaram e conseguiram balear os quatro envolvidos. Um quinto traficante conseguiu fugir.

Leia Também