Quinta, 23 de Novembro de 2017

antonio morais dos santos – pecuarista, empr

"Sem apego a ele, o dinheiro traz felicidade sim"

28 MAR 2010Por FAUSTO BRITES00h:45

A doação de R$ 15 milhões para o Hospital do Câncer de Campo Grande, neste mês de março, chamou a atenção por não se tratar de recursos provenientes do poder público e sim de pessoa física. O autor do gesto foi Antonio Morais dos Santos, um mineiro de 87 anos e que desde a década de 40 escolheu o hoje Mato Grosso do Sul para morar.

Nos anos 70, decidiu radicar-se definitivamente em Campo Grande, depois de duas décadas morando no município de Dourados, onde foi prefeito e por onde elegeu-se deputado estadual. Ex-banqueiro e empresário bem-sucedido, a filantropia está para sua vida como os negócios e, por ser avesso à publicidade, poucos sabem de suas ações de solidariedade. "Deus sabendo, está bom", afirma com tranquilidade.

Para ele, o dinheiro traz felicidade sim, desde que as pessoas não se apeguem ou se escravizem. Trabalho para ele é "diversão", conforme faz questão de frisar. Apesar da fortuna, diz que não "passeia" e mal conhece o Brasil. O mundo foi sua escola pois estudou apenas o primeiro ano "do primário" em um grupo escolar e, assim mesmo, por apenas nove meses. 

Abaixo, principais trechos de sua entrevista.

Leia Também