Sexta, 24 de Novembro de 2017

Copa do Mundo 2010

Seleção holandesa tenta abafar crise com atacante

30 JUN 2010Por 08h:05
Johannesburgo, África do Sul

O atacante Van Persie causou um mal-estar na seleção holandesa. O jogador demonstrou insatisfação ao ser substituído na vitória sobre a Eslováquia, que classificou o seu país para enfrentar o Brasil nas quartas de final da Copa do Mundo, e obrigou o técnico Bert Van Marwijk a tentar abafar a polêmica.
De acordo com a emissora holandesa NOS, uma leitura labial das imagens da substituição de Van Persie indicam que o jogador disse o seguinte para o seu treinador: “Não era eu que tinha de ser substituído, e sim o Sneijder!”.

Van Marwijk alegou que o barulho das vuvuzelas sul-africanas o impediram de ouvir o protesto de Van Persie. Mas não conseguiu negar a bronca do atleta. “De qualquer forma, o assunto está encerrado. Já falei com os jogadores. Cada um tem a sua opinião, mas não quero problemas de ego no meu time”, afirmou.

Já Van Persie culpou o jejum de gols na Copa do Mundo (marcou apenas um) por sua irritação. “Isso me incomoda. Penso no assunto a cada ataque nosso. Queria terminar o jogo com a Eslováquia porque eu tinha chances de fazer gols. Acabei ficando um pouco chateado”, minimizou o atacante do Arsenal.

Leia Também