Sexta, 24 de Novembro de 2017

Segurança reforçada para visita presidencial

25 AGO 2010Por 05h:43
SILVIA TADA, DA REDAÇÃO
ANTONIO VIEGAS, DOURADOS

Forte esquema de segurança foi montado ontem em Campo Grande e Dourados por conta da visita do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Somente na Capital, foram pelo menos 140 homens, incluindo pessoal da Polícia Militar e Defesa Civil, além de pelo menos 30 seguranças particulares e policiais federais, cuja quantidade não foi informada. A segurança durante a visita presidencial está sendo preparada desde o fim de semana.
Conforme o capitão Guilherme Dantas Lopes, da Guarda Municipal, além de atuar no serviço de segurança ao presidente Lula e às autoridades presentes, as equipes tiveram de evitar que o público desrespeitasse algumas regras. Seguranças revistavam as pessoas e também viam se não estavam com mastros de bandeiras e camisetas de partidos políticos, proibidos no evento.

Dourados
Já em Dourados, a equipe responsável pela segurança vistoriou o aeroporto municipal e o percurso que seria feito pela comitiva presidencial, estudando trajetos alternativos no caso de algum problema. Às 8h54min, pouco mais de 20 minutos adiantado do horário previsto, o airbus da Presidência da República aterrissou no aeroporto de Dourados, onde o presidente recebeu apenas o prefeito da cidade, Ari Artuzi, e alguns convidados. Toda a área do aeroporto foi isolada para impedir até mesmo o acesso da imprensa.
A comitiva de Lula deixou o aeroporto e cruzou toda a área central de Dourados, em direção ao trevo da BR-163, na saída para o município de Caarapó, onde o presidente participou da solenidade de inauguração da revitalização da rodovia. O evento durou pouco mais de dez minutos.
Do local, eles seguiram até a Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), onde foi armada tenda com aproximadamente três mil pessoas. O acesso foi controlado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Leia Também