Sábado, 18 de Novembro de 2017

Santos consagra boa campanha com título paulista

3 MAI 2010Por 23h:47
São Paulo

Uma decisão como há muito tempo não se via. É assim que pode ser definida a final do Campeonato Paulista 2010, entre Santos e Santo André, ontem, no Pacaembu. Com quatro expulsões e lances emocionantes, o Peixe ficou com o título estadual, mesmo sendo derrotado por 3 a 2.

Dono da melhor campanha do Paulistão, e de um futebol que conquistou a maioria dos brasileiros, o Santos conseguiu segurar a vantagem construída no primeiro duelo decisivo, quando venceu por 3 a 2, no último domingo, para conquistar o 18° título paulista de sua história.

A decisão do Estadual começou eletrizante. Com menos de um minuto de jogo, o Santo André já havia aberto o placar. Branquinho deu bom passe para Cicinho, que tocou para a pequena área. Oportunista, o atacante Nunes completou para o fundo das redes.

Aos 8 minutos, Robinho deu passe de letra para Neymar. De volta ao time titular após se recuperar de lesão no olho, o jovem jogador escapou de Júlio César e de um zagueiro e fez um golaço.

A torcida santista comemorou muito no Pacaembu, mas ainda passaria muito sufoco. O Santo André continuava bem e criando chances - aos 15 minutos, Branquinho acertou a trave. Logo em seguida, Rodriguinho marcou de cabeça e o árbitro Salvio Spinola assinalou impedimento no mínimo duvidoso. Aos 19 minutos, o gol finalmente saiu. Alê desviou de cabeça e fez o segundo.

O Santos tentou responder. Neymar partiu para cima da defesa e caiu pedindo falta. Irritados, os jogadores do Santo André cercaram o árbitro acusando o rival de simulação. Houve uma confusão generalizada. O lateral Léo e o atacante Nunes acabaram expulsos. No dez contra dez, o time do litoral melhorou. Aos 31 minutos, Paulo Henrique Ganso deu belo passe de letra para Neymar, que mandou para as redes.

Aos 46 minutos Branquinho fez o terceiro da equipe do ABC, após tabela com Bruno César.

O Santo André voltou pressionando na etapa final. Rodriguinho recebeu de Bruno César, driblou Felipe e chutou. Arouca tirou em cima da linha.Roberto Brum, que substituiu Neymar, fez falta dura em Rômulo e foi expulso. Com dois a mais, o Santo André seguiu sufocando. Aos 44 minutos, Rodriguinho acertou a trave. A equipe de Dorival, porém, resistiu à pressão e foi campeã.

Leia Também