Segunda, 20 de Novembro de 2017

Riso na hora da xepa

20 AGO 2010Por 05h:04
Arcângela Mota, TV Press

Risadas altas e conversas ao pé do ouvido ilustram o clima de descontração nos bastidores de “Passione”. E o mesmo entrosamento visto fora de cena é repetido em frente às câmaras, quando Vera Holtz e Aracy Balabanian se posicionam para interpretar, respectivamente, a feirante Candê e a italiana Gemma da trama de Silvio de Abreu. Em gravações realizadas na cidade cenográfica da novela, no Projac, Candê leva a italiana recém-chegada ao Brasil para fazer um divertido passeio pelo seu local de trabalho, a famosa Ceagesp, Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo. A cena, prevista para ir ao ar no dia 20, marca a primeira vez em que as veteranas Vera e Aracy contracenam juntas. “Trabalhar com amigos é maravilhoso. Você levaria meses indo ao teatro várias vezes para ver um elenco como o dessa novela”, elogia Aracy.
Na história, Gemma vem ao Brasil à procura do irmão Totó, personagem de Tony Ramos. Inicialmente hospedada no pequeno quarto de Agostina, de Leandra Leal, Gemma decide alugar uma casa que pertence a Candê, o que dá início à amizade entre elas. “Como as duas vivem da terra, a Candê resolve levar a nova amiga para ver como é o funcionamento do mercado”, adianta Vera. Mas, durante o passeio, as duas encontram o paquerador Fortunato, de Flávio Migliaccio, que se encanta por Gemma e fica dividido entre ela e Candê, seu grande amor não correspondido. “Ele diz que a Gemma é um filé à parmeggiana. Seria bom se eles ficassem juntos, mas ela merece coisa muito melhor”, diverte-se Flávio.
Enquanto os atores conversam e caminham lentamente durante as gravações na cenográfica Ceagesp, dezenas de figurantes quase se atropelam puxando carrinhos entre as fileiras de caixas de verduras empilhadas no local. Tudo para deixar a cena com o mesmo ritmo de uma feira. Mas sincronizar tudo isso não é fácil. “Quero todo mundo em ação. Ceagesp está animada. Vamos movimentar esses carrinhos”, gritava o diretor Allan Fitterman, que contou com a ajuda de dois membros da equipe para controlar o fluxo dos figurantes, que nem sempre corria bem. “Daqui a pouco tem de colocar um guarda de trânsito aqui”, brinca um deles, ao esbarrar em outro colega.
Mas os cuidados para deixar o local idêntico à Ceagesp não se resumem à movimentação dos feirantes. Para isso, a produção usou 450 caixas de verduras, 150 reais e 300 cenográficas, espalhadas pelos cerca de 2400 metros quadrados onde é recriada a companhia de entrepostos. Quando as gravações terminam, atores e funcionários da equipe levam os alimentos para casa. Animada, Vera Holtz é a primeira a sair carregando um saco cheio de pimentas. “Faço a farra aqui. Vou aproveitar e testar uma receita nova”, vibra, em um intervalo entre as cenas.
Enquanto Vera se mostra animada com as pimentas levadas para casa, Aracy se empolga com o fato de contracenar mais uma vez com Flávio Migliaccio, com quem fez par romântico na novela “Rainha da Sucata”, em 1990, quando interpretaram a Dona Armênia e Seu Moreira. Na cena de “Passione”, Fortunato, personagem de Flávio, beija as mãos de Gemma e fica boquiaberto por ela, mas ainda não há nada definido sobre um possível envolvimento entre os dois. “Estou muito feliz. Já conversei bastante com o Flávio e é ótimo gravar com ele novamente”, comemora Aracy.

Leia Também