Sábado, 25 de Novembro de 2017

Retrospecto em decisões no Pacaembu favorece o Santos

23 ABR 2010Por 07h:29
São Paulo

O Santos tem um histórico favorável no Estádio do Pacaembu, palco das finais do Paulista de 2010. Em nove decisões disputadas no local, a equipe alvinegra sagrou-se campeã em cinco oportunidades, sendo três por estaduais.

O primeiro jogo da decisão de 2010 será no próximo domingo, às 15h (MS), contra o Santo André.
O retrospecto positivo é justificado. O estádio é o que a equipe mais atuou em sua história (452 partidas), depois da Vila Belmiro (2026 vezes). Nesse ano, o Santos jogou três vezes no Pacaembu, obtendo 100% de aproveitamento: vitórias sobre o Rio Branco (4 a 0), Rio Claro (2 a 1) e Ituano (9 a 1).
Apesar dos bons números, o time da Baixada Santista foi derrotado em sua última decisão no local. Em 2009, o Corinthians foi campeão em cima do Santos, com o empate no jogo final por 1 a 1. A primeira partida havia sido 3 a 1 para os corintianos, na Vila Belmiro.

O time santista ainda perdeu outras três decisões no Pacaembu: no Paulista de 59, na Taça Brasil de 96 e no Brasileiro de 95, contra Palmeiras, Cruzeiro e Botafogo, respectivamente. Foi campeão em 59 e 66, pelo torneio Rio-São Paulo, e nos Paulistas de 56, 62 e 67, todas contra o São Paulo.

Arbitragem
A Federação Paulista de Futebol definiu ontem o trio de arbitragem para o primeiro jogo da decisão, entre Santo André e Santos. O responsável pelo apito será Paulo César de Oliveira, que pertence ao quadro da Fifa. Ele será auxiliado pelos assistentes Ednilson Corona e Alberto Masseira.

Leia Também