Quarta, 22 de Novembro de 2017

Rendimento da soja também é bom em Ponta Porã

8 FEV 2010Por EDILSON JOSÉ ALVES, PONTA PORÃ06h:24
Alguns produtores rurais da região de fronteira que fizeram o plantio precoce da soja já estão colhendo parte dos 155 mil hectares plantados em Ponta Porã. O prognóstico feito pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) é de que o município colherá 437.100 toneladas na atual safra de verão 2009/2010. Conforme o IBGE a estimativa de produtividade média é de 2.820 kg por hectare, o que deve garantir a colheita de uma boa safra. Em função das constantes chuvas na região, apenas na semana que vem é que serão feitos os levantamentos da produção. Conforme informações da Fundação MS, o primeiro foco de ferrugem em Mato Grosso do Sul surgiu na cidade de Aral Moreira, município localizado a cerca de 100 quilômetros de Ponta Porã na fronteira com o Paraguai. Na reunião marcada para a semana que vem na agência do IBGE de Ponta Porã, a Comissão Regional de Estatísticas Agropecuária (Corea), fará avaliação geral da safra, podendo detectar se houve ou não prejuízos com o surgimento de ferrugem asiática nas lavouras de soja. A ferrugem, conforme especialistas, pode se manifestar em qualquer estágio do desenvolvimento da planta, sendo que os agricultores devem ter mais atenção no período de floração, quando o monitoramento é fundamental para a identificação da doença ainda em fase inicial, possibilitando controle químico eficiente.

Leia Também