Quarta, 22 de Novembro de 2017

Remessa de 60 kg de maconha é barrada na saída para Sidrolândia

28 MAR 2010Por 01h:00
Remessa de 60 quilos de macon ha foi barrada na região da saída para Sidrolândia, na noite de sexta- feira, durante operação do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), com o apoio de uma equipe da Companhia Independente de Gerenciamento de Crise e Operações Especiais (Cigcoe). Íris Nogueira Braga foi responsabilizado pelo tráfico e encaminhado para a Superintendência Regional do Departamento de Polícia Federal. De acordo com as informações divulgadas na manhã de ontem, por volta das 19 h de sexta-feira, na rotatória existente no final da Avenida Marechal Deodoro, que dá acesso também às saídas para São Paulo (BR-163) e Corumbá (BR-262), integrantes do Gaeco e policiais militares da Cigcoe apreenderam a carga de maconha. A mercadoria estava escondida em um compartimento secreto que ficava sob todo o assoalho do veículo Ecosport de cor prata, placas DYH-0522, de Planaltina (GO). Ainda segundo a polícia, como a droga estava muito bem camuflada no veículo, foi necessário o auxílio de cães farejadores da Cigcoe para achá-la. No momento da abordagem, o motorista do Ecosport, Íris Nogueira Braga, que estava sozinho, identificou-se como Eduardo de Moraes Silva, apresentando uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH) falsa com esse nome. Ele alegou ter pego o veículo, já com a maconha, no estacionamento de um hotel na cidade de Ponta Porã, com a chave na ignição. A droga tinha como destino a cidade de Goiânia (GO), sendo que Íris Nogueira Braga reside no município de Nerópolis, também em Goiás. A maconha, o Ecosport e o motorista foram encaminhados à Superintendência da Polícia Federal para o flagrante. (TG)

Leia Também