Sexta, 17 de Novembro de 2017

Receita eleva em 32% os valores com autuações em MS

3 FEV 2010Por 07h:31
As autuações da Receita Federal em Mato Grosso do Sul somaram R$ 373,8 milhões em 2009, registrando crescimento de 32% em relação ao ano de 2008, que chegou a R$ 284,1 milhões. Por outro lado, o número de autuações em 2009 caiu 30% comparado com 2008, ou seja, recuou de 270 para 190. O delegado da Receita Federal em Campo Grande, Édison Ishikawa, avalia que, dentro do planejamento das ações, as empresas com grande faturamento foram melhor acompanhadas pela fiscalização da Receita. “Em todo o País, são dez mil empresas diferenciadas e especiais, ou seja, aquelas que têm faturamento acima de um certo limite, acompanhado pela massa salarial”, explica. Segundo o delegado, essas empresas foram fiscalizadas em 2009, resultando em um volume 32% maior, em valores, que o apurado em 2008. “A Receita está investindo na pesquisa e seleção de contribuintes. Temos base de dados maior e mais confiável que consegue selecionar contribuintes que apresentam fortes indícios de erros e omissões e, por conta disso, a autuação, em valores, é bem maior”, ressalta. Ishikawa ressalta que “a nossa intenção não é fiscalizar 100% das empresas, mas aqueles contribuintes que apresentam algum indício de erro ou omissão nas declarações”. País Em todo o País, a Receita Federal contabilizou mais de R$ 90 bilhões em autuações. Em valores, o aumento foi de 20,2% em relação a 2008, que fechou em R$ 75,2 bilhões. O total, segundo a Receita foi o segundo maior da década, ficando atrás do alcançado em 2007, quando as autuações ultrapassaram R$ 100,1 bilhões. Em 2009, foram 474.813 autuações de contribuintes que deixaram de recolher tributos por algum motivo. Desse total, 7.920 correspondem a representações penais, ou seja, se referem a contribuintes que fraudaram ou sonegaram impostos ilegalmente. Do total autuado, R$ 55 bilhões se referem aos grandes contribuintes. Em 2008, o valor havia sido de R$ 45 bilhões. A fiscalização das pessoas físicas tiveram 8.918 autuações, contra 13.949 em 2008. No ano passado, o valor correspondeu a R$ 3,29 bilhões, contra R$ 4,5 bilhões no ano anterior.

Leia Também