Terça, 21 de Novembro de 2017

"Querem vender o PT para o PMDB", diz Amarildo

5 MAI 2008Por 22h:15
     

Adilson Trindade e Lidiane Kober

 

Está deflagrada guerra no PT entre os grupos que defendem candidatura própria à Prefeitura de Campo Grande e os que querem entregar o partido ao PMDB. Diante da insistência de alguns petistas em firmar aliança com os arquivais, o presidente regional do partido, deputado estadual Amarildo Cruz, perdeu a paciência e não mediu palavras nas duras críticas aos companheiros que articulam-se para apoiar o prefeito Nelsinho Trad. "Querem vender o PT para o PMDB. Só que não vou deixar, porque o partido tem comando e para isto acontecer, vão ter que passar por cima de mim", declarou.

O presidente do PT destacou que toda esta discussão está servindo também para uma "depuração do partido e quem quer ficar com o PT, vai ter que mostra a sua cara". E para isso se efetivar Amarildo já tem uma estratégia. Ele contou que nesta semana o diretório regional irá elaborar uma carta, afastando uma aliança com o PMDB em pról do compromisso em manter o projeto e a história do PT. "Quem apóia ficar do lado do PMDB e contra o projeto de independência do PT será obrigado a mostrar a cara, porque vamos convidar todas as lideranças do partido a assinar o manifesto, que será publicado na mídia. Essa é a forma que encontramos para tornar pública a opinião de cada dirigente da legenda", contou.

Leia Também