Domingo, 19 de Novembro de 2017

Quase metade não sabe que pode votar em dois senadores

18 AGO 2010Por 06h:00
Maria Matheus

Quase a metade dos eleitores de Mato Grosso do Sul não sabe que deve votar duas vezes para o Senado Federal nas eleições deste ano. Segundo pesquisa feita pelo Ibrape para o Correio do Estado, 45% dos 1.119 entrevistados não têm conhecimento que cada eleitor pode escolher dois nomes para senador e 55% afirmaram saber da possibilidade de votar em dois candidatos.
Cada Estado tem direito a três vagas no Senado Federal, mas no pleito que será realizado em 3 de outubro duas vagas estão em disputa. Serão eleitos 54 senadores em todo o País. Outras 27 vagas serão abertas nas eleições de 2014.
Neste ano, termina o mandato do senador Delcídio do Amaral (PT), eleito em 2002, e o do senador Valter Pereira (PMDB). O peemedebista assumiu a vaga de Ramez Tebet (PMDB), eleito no mesmo ano que Delcídio e morto em 2006, vítima de câncer. A terceira cadeira de Mato Grosso do Sul no Senado está sendo ocupada por Marisa Serrano (PSDB), cujo mandato teve início em 2007. A vaga que hoje é de Marisa será colocada em disputa na eleição de 2014.
Tanto na Capital como no interior do Estado, mais da metade da população sabe que deve votar em dois candidatos, mas a porcentagem dos que desconhecem essa informação passa dos 40%. Em Campo Grande, 59% têm conhecimento que pode escolher dois nomes e 41% não têm essa informação. No interior, 53% sabem que precisam escolher dois candidatos, enquanto 47% não sabem.
Os maiores índices de desinformação quanto às vagas ao Senado são na região Sudoeste (52%), no Cone Sul (51%) e no Vale do Ivinhema (51%). O maior número de eleitores que sabem da necessidade de votar duas vezes para senador está no Norte do Estado (59%), Bolsão (54%), Região do Pantanal (55%) e Grande Dourados (54%).

Variáveis
Os eleitores mais desinformados têm mais de 55 anos. Nessa faixa etária, 52% não sabem que precisam votar duas vezes para o Senado. Já a maioria dos jovens entre 16 e 24 anos (60%) sabe que pode votar em dois candidatos.
Quanto à escolaridade, o índice de informação é maior entre os que possuem Ensino Médio (60%). Metade dos que têm apenas o Ensino Fundamental (50%) desconhece a necessidade de votar duas vezes. Dos que concluíram o Ensino Superior, 52% sabem do dever de escolher dois senadores e 48% não sabem.
As mulheres estão mais bem informadas que os homens — 60% das eleitoras estão cientes da necessidade de votar duas vezes para senador, enquanto a metade dos eleitores do sexo masculino não têm essa informação.

Leia Também