Segunda, 20 de Novembro de 2017

Quadrilha que matou deficiente em assalto é presa em Três Lagoas

24 ABR 2010Por 07h:21
Rose Rodrigues, Três Lagoas

Já estão presas em Três Lagoas, na Delegacia de Investigações Gerais (DIG),  cinco pessoas acusadas de participação no assalto e assassinato de Antônio Clair do Santos, de 60 anos, deficiente físico e mental. A vítima, cadeirante, estava na casa do irmão, onde houve um assalto, em março último. Ela foi morta por asfixia, depois de ser amordaçada.
A quadrilha que planejou o assalto e está envolvida direta e indiretamente na morte de Antônio Clair é composta por seis integrantes. São eles Tony Carlos Ferreira, que é de Três Lagoas;  Everton dos Santos , Alan Martins, Evani  Soares de Azevedo e Geonilce de Faria Lourenço, todos de Pereira Barreto, em São Paulo. Outro acusado, David Henrique de Souza Ramão, ainda está foragido.

Violentos
Segundo o delegado Ailton de Freitas, da DIG, que comandou as operações que  possibilitaram prisão dos criminosos, essa quadrilha é bastante conhecida na região pela violência que emprega contra as vítimas.
“Todos eles já possuem passagem pela polícia e em Pereira Barreto, onde moram, são temidos pela população pela crueldade que usam nos crimes, mantendo as vítimas em cárcere privado e praticando pressão psicológica, inclusive jogando combustível e ameaçando atear fogo”, disse.   

Leia Também