Segunda, 20 de Novembro de 2017

Promotor de Justiça usa o Kart para aliviar tensão

1 FEV 2010Por 07h:16
Promotor de Justiça e Piloto de Kart são duas funções bem diferentes, porém em Mato Grosso do Sul têm uma ligação que atende pelo nome de Rodrigo Stephanini. Bicampeão estadual e vice-campeão paulista, além de muitos outros títulos, Stephanini se tornou bacharel em Direito em 1993 na primeira turma da UCDB e desde 1995 é promotor. O piloto/promotor encontra nas pistas de Kart muito mais que lazer, encontra emoção na busca pelas vitórias e títulos, e o mais importante, ajudar na recuperação das glórias do automobilismo do Estado. Garimpando talentos De acordo com o piloto/ promotor, o incentivo para buscar novos talentos para a modalidade está sendo dado por um grupo de pilotos que assumiu a administração do Kartódromo da Capital. “Em novembro de 2009 formamos um grupo liderado pelo também piloto Fábio Di Cola e entramos em contato com a Federação de Automobilismo (proprietária do local) propondo administrá-lo. Hoje oferecemos a oportunidade para que pilotos amadores disputem corridas em um lugar seguro e profissional”, disse Stephanini, que disputa desde 2003 uma das principais provas de Kart do País, as 500 milhas de Kart da Granja Vianna em São Paulo. Este ano, a equipe do campograndense terminou a prova na oitava colocação. At u a l me nte em Mato Grosso do Sul, a federação organiza no Kart as disputas do Campeonato Estadual e da Copa Fundesporte. Mas a idéia é trazer disputas nacionais para a cidade. “Fizemos a revitalização do Kartódromo, mas ainda tem muita coisa para ser feita. Esperamos estar em condições de receber provas do Campeonato Brasileiro e da Copa Brasil”, disse Rodrigo. (JP)

Leia Também