Sábado, 18 de Novembro de 2017

Projeto 36 Horas de Esporte movimentou a Capital

29 MAR 2010Por 10h:43
O projeto 36 Horas de Esporte levou milhares de pessoas às oito praças esportivas de Campo Grande para competir em 33 modalidades diferentes. A estimativa da Fundação Municipal do Esporte (Funesp) é de que mais de dois mil esportistas participaram do evento. A variedade de modalidades esportivas foi o diferencial do “36 horas de esporte”. Quem foi aos ginásios de esportes e praças da cidade participou de competições tradicionais, como o futebol e o vôlei de praia, e de práticas pouco conhecidas, como badminton e o muay thai. O aumento de modalidades neste ano, em relação ao ano passado, pode ser explicado pela incorporação do 9º Festival de Lutas, que aconteceu no sábado, no Ginásio Guanandizão, ao evento. Mais de 500 esportistas participaram de combates de 11 artes marciais diferentes. O “36 Horas de Esporte” é a continuação de uma iniciativa semelhante, realizada no ano passado: as “24 horas de Esporte”. “Neste ano decidimos ampliar o desafio”, explicou o presidente da Funesp, Carlos Alberto Assis. Além do Guanandizão, as praças Elias Gadia e Belmar Fidalgo, os parques Ayrton Senna, Tarsila do Amaral, Jacques da Luz e Sóter, o Centro Olímpico da Vila Nasser e o autódromo, também receberam atividades.

Leia Também