'Brasil é 1º colocado em pecados sexuais', diz Profeta da Chuva

VÂNYA SANTOS 26/03/2014 13h30

foto
Foto: Álvaro Rezende / Correio do Estado
Primeiro dia de evento reuniu milhares de fiéis nos altos da Afonso Pena

"Sem santidade, ninguém verá a Deus. O Brasil é o primeiro colocado em pecados sexuais e a igreja precisa se santificar. No púlpito não pode ter pecado sexual", está foi uma das declarações do profeta queniano David Owour, conhecido como Profeta da Chuva, durante a Conferência de Arrependimento e Santidade e a Preparação para a vinda do Messias, que começou ontem (25) e termina nesta quarta-feira (26) à noite. O evento acontece no Parque das Nações Indígenas, nos altos da Avenida Afonso Pena, em Campo Grande.

A primeira noite de conferência reuniu milhares de fiéis nos altos da Afonso Pena.

Hoje, às 14h, haverá adoração e intercessão destinados ao público em geral. O evento será encerrado às 19h com ministração do Profeta da Chuva, ocasião em que David Owour relata suas experiências suas com Deus.

saiba mais

Mais informações sobre a conferência podem ser obtidas na secretaria do Ministério Atos de Justiça por meio do telefone (67) 3341-6317.

Quem é David Owuor
David Edward Owuor é um profeta do Quênia. Ele abandonou a carreira de cientista médico para dedicar-se a pregar o Evangelho. Ele tem pregado arrependimento e santidade, a mensagem do fim dos tempos. Também tem repreendido com autoridade o afastamento da igreja no mundo todo. A mensagem que ele carrega é em um tom grave, sério e crítico.

Na internet, há um vídeo em que ele “comanda” o céu para abrir e liberar chuva e logo após suas palavras chove por mais de uma hora. Há vários outros episódios em que o profeta “faz chover”.

Com informações Revista Altar


Compartilhe