Sexta, 24 de Novembro de 2017

Professores de Dourados podem perder emprego

27 MAR 2010Por 04h:17
Pelo menos 300 professores com contrato temporário podem perder o emprego a partir do segundo semestre na Rede Municipal de Ensino em Dourados. Liminar do juiz José Domingues Filho obriga a prefeitura a contratar professores aprovados em concurso público. No município, conforme o Ministério Público Estadual, 1.339 profissionais da educação aguardam convocação. A ação é do próprio MPE, através do promotor Paulo César Zeni, após investigar série de denúncias de professores que foram aprovados em vários concursos e nunca foram chamados para preencher vagas na Rede Municipal de Ensino. Segundo o promotor, essas pessoas estariam se sentindo lesadas pelo fato de que outros colegas foram contratados temporariamente para preenchimento de vagas permanentes, que na prática deveriam ser direcionadas para concursados. De acordo com Paulo Zeni, o Ministério Público empenhou- se numa solução extrajudicial do caso, buscando resolver o problema de forma amigável, mas a Secretaria de Educação não cumpriu os prazos. Segundo consta na ação, a prefeitura ainda insistiu “na prática das contratações irregulares”.

Leia Também