Segunda, 20 de Novembro de 2017

Produtores rurais enfrentam transtornos

21 FEV 2010Por 07h:33
O estado precário das estradas vicinais da região próxima ao Rio Anhanduí, em Campo Grande, a 100 quilômetros da sede do município, além de prejudicar o andamento das aulas, também causa transtorno aos produtores rurais. Os problemas no escoamento da produção têm levado produtores de leite a perder todo o produto retirado nos últimos 15 dias, e proprietários de fazendas a adiar o transporte de gado para abate em frigoríficos ou venda em leilões. O produtor rural Dinarte Lima Rezende já perdeu mais de mil litros desde que as chuvas passaram a impedir o tráfego de caminhões leiteiros na região. “Na semana passada, perdi 450 litros, e hoje, o último prazo que tenho para resfriar a produção dos últimos quatro dias, terei de me desfazer de mais de 550 litros”, informou”. Há seis meses, Dinarte investiu R$ 12 mil em equipamentos de ordenha e armazenamento de leite. “Deste jeito será difícil ter um retorno como eu esperava, porque o caminhão do laticínio não vem há 10 dias por causa das condições da estrada”, disse o produtor. Na sexta-feira, uma carreta carregada de carvão tombou depois de cruzar a ponte do Rio Anhanduí, já no município de Nova Alvorada do Sul. O acidente com o caminhão ocorreu em um dos poucos trechos sem cascalho na estrada do município, que também liga a região à BR- 163. Ninguém ficou ferido e os danos foram somente materiais. “O trânsito de caminhões por aqui está praticamente impossível”, disse o trabalhador rural Manoel Batista de Oliveira, 62 anos.

Leia Também