Sexta, 17 de Novembro de 2017

Produção brasileira de aço bruto fica estável em julho

31 AGO 2010Por 08h:22
Glauber Gonçalves (AE)

A produção de aço bruto no Brasil atingiu 2,9 milhões de toneladas em junho, um crescimento de apenas 0,1% ante o mês anterior, informou ontem o Instituto Aço Brasil (IABr). O aumento veio acompanhado de queda nas vendas e elevação do volume de importados. Para o analista Rodrigo Ferraz, da Brascan Corretora, os indicadores são “bastante negativos” e indicam oferta ascendente em um mercado com demanda estável.
“As siderúrgicas e os clientes projetaram as vendas muito para cima. Isso gerou um grande estoque. Quando acabaram os pacotes de incentivo de IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados), as vendas caíram em termos de volume. Isso é um problema. O ideal é que estivéssemos com uma produção um pouco menor para acompanhar a demanda”, avalia.
Nas vendas internas, o desempenho de julho foi de 1,9 milhão de toneladas de produtos, uma queda de 6,3% contra junho. Porém, na comparação com julho de 2009, houve aumento de 31,3%. As vendas acumuladas em 2010 totalizaram 12,7 milhões de toneladas, o que representou um crescimento de 52,3% contra igual período do ano passado.
Em relação aos laminados, a produção de julho foi de 2,4 milhões de toneladas, 4,7% superior na comparação com junho, e 28,6% acima do registrado em julho do ano passado. Ainda segundo o instituto, com esse resultado de julho, a produção acumulada em 2010 totalizou 19,2 milhões de toneladas de aço bruto e 15,5 milhões de toneladas de laminados, o que conduziu a aumentos de 47,3% e de 53,7%, respectivamente, contra igual período no ano passado.

Leia Também