Segunda, 20 de Novembro de 2017

Prisão de homicida em Terenos ajuda a esclarecer assalto na Capital

7 ABR 2010Por 23h:45
Vânya Santos

A prisão de Gredemilson Pereira de Oliveira, 19 anos, acusado de homicídio, em Terenos, esclareceu o assalto a uma família, no Bairro São Conrado. A ação foi arquitetada mediante informações repassadas por um ex-funcionário das vítimas, que são donas de uma pizzaria, e executada no dia 5 de fevereiro deste ano.

De acordo com o adjunto da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos, André Luiz Novelli, o ex-funcionário da pizzaria Adilson Sabino da Silva, 22 anos, repassou informações para os autores do crime sobre a rotina das vítimas, que foram rendidas quando abriam o portão eletrônico da residência.
Com as informações, Diego da Silva Siqueira permaneceu em frente da pizzaria para informar aos comparsas o horário do fechamento do estabelecimento. Enquanto isso, um homem identificado como Wellington ficou encarregado de transportar Gredemilson e Cleiton Pereira da Silva, 27 anos, até o local do crime.

A dupla que rendeu a família e roubou R$ 1,1 mil, lâminas de cheques e cartões bancários. Para a polícia o ex-funcionário contou que recebeu R$ 100. Ainda segundo o delegado, Gredemilson foi preso pela equipe da Delegacia de Terenos, enquanto Cleiton foi preso em Campo Grande. Diego e o informante responderão pela co-autoria do crime e Wellington ainda não foi localizado.

Homicídio
Conforme a Polícia Civil de Terenos, por volta das 4h do dia 16 de fevereiro deste ano, Roberto Augusto Costa, 31 anos, teria sido morto por Gredemilson, quando saia de uma festa carnavalesca em companhia de duas sobrinhas. A vítima brincava com as moças, quando dois homens passaram de moto e em seguida voltaram. O garupa desceu do veículo e perguntou o motivo pelo qual Roberto ria. Antes de responder a vítima foi atingida pelos tiros. A polícia identificou Gredemilson como autor e George Estefani Osório Vieira, 20 anos como condutor da moto.

Leia Também