Sábado, 18 de Novembro de 2017

Disputa pelo senado

Prévias do PMDB encurtam férias de Valter Pereira e Waldemir Moka

24 JAN 2010Por MARCO EUSÉBIO, DA REDAÇÃO e ROSE RODRIGUIES, DE TRÊS LAGOAS06h:31
A disputa pela candidatura do PMDB estadual ao Senado nas eleições deste ano reduziu as férias dos candidatos à vaga neste período de recesso no Congresso Nacional. O senador Valter Pereira ficou apenas oito dias em Natal (RN) e retornou ao Estado no dia 2 deste mês para retomar a campanha com os correligionários. Seu adversário, o deputado federal Waldemir Moka, ficou nove dias em Porto Belo (SC) e voltou no dia 7 para pedir votos aos colegas de partido. As prévias para escolha do candidato do PMDB ao Senado estão marcadas para o dia 7 de março. Duas das três vagas do Estado estão em disputa nas eleições deste ano. No entanto, lideranças peemedebistas pretendem lançar apenas um candidato da sigla. A outra vaga seria destinada a um partido aliado. Hoje, uma das cadeiras é ocupada pelo próprio Valter Pereira que, como suplente, assumiu a cadeira com o falecimento de Ramez Tebet; e a outra, pelo petista Delcídio do Amaral. Em busca de apoio, os dois candidatos têm percorrido todo o Estado. Moka foi à região do Bolsão na semana passada, começando terça- feira (19) por Bataguassu e visitando correligionários em Brasilândia, Santa Rita, Selvíria, Aparecida do Taboado, Paranaíba e Cassilândia. Retornou a Campo Grande na sexta-feira e no sábado visitou Rio Negro, Corguinho e Rochedo. Neste domingo, deve ir a Paraíso das Águas, município que poderá eleger seu primeiro prefeito no dia 14 de março. Agenda Valter Pereira também esteve na região do Bolsão nos últimos dias. Na sexta-feira visitou Brasilândia e Três Lagoas. No sábado foi a Aparecida do Taboado e Paranaíba. Hoje, em Campo Grande, fará reunião com sua equipe para avaliar a campanha. E deve visitar municípios da região da Grande Dourados e do Vale do Ivinhema no começo da semana. Em Três Lagoas, Valter disse que se perder a disputa para Moka nas prévias, vai apoiar a candidatura do colega de partido ao Senado. Durante seu discurso, o senador defendeu o nome da prefeita Simone Tebet (PMDB) como candidata a vice na chapa do governador André Puccinelli nas próximas eleições. Segundo ele “Simone é candidata natural ao cargo”. A prefeita não participou do ato, que contou com a presença de aproximadamente 100 pessoas. Ela estava em Campo Grande por conta de compromissos oficiais com o Governo do Estado. O presidente do PMDB, Eduardo Rocha, apesar de estar na cidade, não compareceu. O senador foi recebido no aeroporto pela vice-prefeita, Márcia Moura.

Leia Também