Segunda, 20 de Novembro de 2017

Prevenção é feita por exames

26 MAI 2010Por 20h:10

Visando à prevenção do glaucoma, é muito importante ir ao oftalmologista, pelo menos uma vez ao ano, para que a pressão ocular seja medida. "Além disso, os que têm fatores de risco como hipertensão, diabetes e glaucoma na família devem fazer avaliações visuais, de seis em seis meses", recomenda José Eduardo.

Para ter um bom prognóstico, o glaucoma depende essencialmente do diagnóstico precoce e da prevenção. A única forma segura de evitar suas consequências é fazer consultas periódicas. O oftalmologista está preparado para medir a pressão intraocular, bem como examinar o nervo óptico por meio do exame de fundo de olho. Havendo suspeita de glaucoma, ele poderá solicitar exames de campo visual para verificar sua possível diminuição.

E dependendo da suspeita, o oftalmologista pode solicitar exames de imagem para auxiliar no diagnóstico.

 

Tratamento

Em todas as doenças, pacientes mais bem informados apresentam mais comprometimento com o próprio tratamento. No caso do glaucoma, especificamente, em que os tratamentos são prolongados, sem compreensão da sua finalidade e importância pelos pacientes, torna-se difícil a adesão ao tratamento.

Para não ficarem cegos, os portadores de glaucoma precisam usar, por toda a vida, remédios que, muitas vezes, devem ser aplicados mais de uma vez por dia. (SC)

Leia Também