Sexta, 24 de Novembro de 2017

Presidente abre programa eleitoral de José Orcírio na TV

18 AGO 2010Por 06h:07
Fernanda Brigatti

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva abrirá o programa eleitoral gratuito do candidato petista ao Governo de Mato Grosso do Sul, José Orcírio dos Santos, que vai ao ar hoje, pela primeira vez. Na exibição, com cerca de dois minutos, o principal cabo eleitoral da campanha do PT nessas eleições pede voto para sua candidata à Presidência, Dilma Rousseff, e para Zeca do PT (Orcírio).
Com a provável vinda o presidente ao Estado no dia 24, a expectativa do PT de Mato Grosso do Sul é conseguir fazer novas gravações para o horário eleitoral. Além de casar sua imagem a de Orcírio, Lula também deve pedir votos para a coligação e prestar contas dos R$ 8 bilhões aplicados pelo governo Federal em Mato Grosso do Sul. Ontem, no primeiro dia de propaganda eleitoral gratuita, Lula foi lembrado por Dilma e pelos candidatos a deputado federal ligados à coligação A Força do Povo.
Na semana passada, Orcírio foi a Brasília (DF), onde tentou articular a agenda política do presidente no Estado. À princípio, Lula faria um comício em Dourados, no dia 24, sem passar por Campo Grande, parar evitar constrangimento com o PMDB do candidato adversário a Orcírio, André Puccinelli. Esse, apesar da coligação nacional, declarou apoio e pede votos ao adversário de Dilma, José Serra (PSDB). A candidata petista à Presidência também viria na mesma data, mas a visita continua indefinida.

Adversário
André Puccinelli (PMDB), da coligação Amor, Trabalho e Fé divulgou ontem, via assessoria, que usará o programa eleitoral para fazer um balanço de sua administração e destacar as 15 metas que estabeleceu em seu plano de governo. O slogan “Governo Sério, Trabalhando por Você” será trabalhado em números das áreas de educação, habitação, infraestrutura urbana, segurança pública e assistência social.
O programa de André no horário eleitoral gratuito deve focar, por um segundo mandato, projetos como conjuntos habitacionais para idosos, escolas em ensino integral, cidades vigiadas com câmeras, centro olímpico para atletas e a criação de centros regionais de especialidades médicas.
A propaganda dos candidatos ao governo será exibida às segundas, quartas e sextas-feiras, até o dia 29 de setembro.

Leia Também