Sábado, 18 de Novembro de 2017

Prefeito de São Paulo diz não temer perder o mandato

22 FEV 2010Por 03h:41
O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), disse na manhã de ontem, durante visita ao Centro Educativo e Recreativo do Trabalhador (Ceret), no Tatuapé, na zona Leste da Capital, que não teme perder o mandato. Ele e a vice-prefeita, Alda Marco Antônio, tiveram os cargos cassados pelo juiz da 1ª Zona Eleitoral de São Paulo, Aloísio Sérgio Resende Silveira, por doações consideradas ilegais de recursos durante a campanha eleitoral de 2008. “Não temo, estou confiando na Justiça”, afirmou o prefeito. Além de demonstrar confiança na manutenção de seu mandato e na Justiça, Kassab reiterou que todas as doações da campanha foram feitas de forma correta. E corroborando nota divulgada por seus advogados mais cedo, argumentou que suas contas foram aprovadas pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Segundo ele, a doação de empresas ligadas a concessionárias do governo, motivo da cassação, foi considerada legal por instâncias superiores da própria Justiça Eleitoral. Indagado se a sua administração poderá ficar prejudicada com este episódio, o prefeito disse que não. E frisou que a rotina dos trabalhos da prefeitura será mantida. Os advogados do prefeito vão recorrer da sentença, que deverá ser divulgada hoje no site do Tribunal Regional Eleitoral e publicada na terça-feira (23) no Diário Oficial. Assim que recorrerem contra a decisão, Kassab e Alda terão garantido o efeito suspensivo automático, que lhes permitirá permanecer em seus cargos até a decisão final.

Leia Também