Segunda, 20 de Novembro de 2017

Prefeito de Bela Vista denuncia retaliação de André

26 JAN 2010Por 07h:23
O prefeito de Bela Vista, Chico Maia (PT), afirmou que o governador André Puccinelli (PMDB) prometeu, na última reunião com prefeitos do Estado, cortar a “ajuda” aos municípios que não apoiarem sua reeleição. “O governador disse que só vai ajudar com recursos quem segui-lo na campanha. Ele apontou para mim e disse que Bela Vista não teria nada. Temos que alertar a população da forma como o governador impõe isso”, contou Maia. Para o presidente da Assomasul, Beto Pereira (PMDB), o corte de repasses como retaliação aos oponentes fere a Constituição brasileira. “Ele não fará, e nem pode fazer isso, até porque é inconstitucional. Os repasses são direcionados a cada município. O que pode acontecer é que as verbas extras sejam cortadas, mas isso é decisão dele. Governar é escolher prioridades”, avaliou Pereira. O vice-governador Murilo Zauith (DEM), que representou Puccinelli no evento realizado na Assomasul, negou que o peemedebista pense em usar verbas públicas em troca de apoio. “O André não é de fazer essas coisas, em ano eleitoral qualquer pensamento vira frase”. Questionado se poderia recorrer à tática, Zauith disse que não. “Os recursos são todos carimbados”.

Leia Também