Policial é executado com tiro de 12 na cabeça na fronteira

Grande movimentação policial está sendo realizada na região para localizar os autores do crime

DA REDAçãO 12/02/2014 17h55

O policial civil Marcílio de Souza foi executado com um tiro de escopeta calibre 12 na cabeça, no final da tarde desta quarta-feira (12), na região de Paranhos, fronteira com o Paraguai.

Segundo informações do Gazeta News, Marcílio estava próximo a linha internacional que separa Paranhos no Brasil da cidade de Ypêjhú no Paraguai, do lado paraguaio da fronteira, quando teria sido assassinado à “queima-roupa” por um individuo, até o momento não identificado.

Considerado policial exemplar, atuando a cerca de dez anos na Delegacia de Paranhos, Marcílio ajudou a desvendar vários crimes e colocar na cadeia diversos criminosos, alguns deles considerados de alta periculosidade, que atuavam e ainda atuam naquela região de fronteira seca.

Uma grande movimentação policial está sendo realizada neste momento no sentido de desvendar o crime e prender o executor.

A assessoria da Polícia Civil informou que ainda não tem mais informações sobre o ocorrido.


Compartilhe