Quarta, 22 de Novembro de 2017

Polícia prende ladrões de malote de posto

26 FEV 2010Por 06h:40
Três homens foram presos por policiais da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf), acusados do roubo de cerca de R$ 35 mil do Posto de Combustível Vitória, localizado na Avenida Euler de Azevedo, na entrada do Ba irro Coophasu l, em Campo Grande. O crime ocorreu por volta das 16h da última segunda-feira e os suspeitos foram presos três dias depois. O proprietário do posto foi abordado no momento em que deixava seu escritório com um malole contendo o faturamento da semana. Ele se dirigia ao banco quando foi rendido por dois homens armados que anunciaram o assalto. Um dos bandidos usava capacete preto e o outro rosa, dando a entender que fugiriam em uma motocicleta. De acordo com o delegado André Luiz Novelli, durante investigação policiais desconfiaram do frentista Edimar César Leite, 30 anos, que no dia do crime estava de folga, mas pediu à gerência que não fosse dispensado. O funcionário, que trabalha no local há mais de um ano, é acusado de informar aos comparsas toda a rotina do dono do posto. O delegado explicou que a jornada de trabalho de Edimar naquele dia teve início às 6h30min e terminou às 14h, no entanto, mesmo após finalizar o turno, ele permaneceu no local até a saída de seu chefe. As câmaras de segurança do posto teriam registrado a presença do frentista momentos antes do assalto. Ao perceber que a vítima faria o transporte do malote, Edimar avisou os comparsas e fugiu. Os ladrões então roubaram cerca de R$ 35 mil em dinheiro, além de cheques. Investigação Novelli explicou que os capacetes utilizados pela dupla eram só para despistar a polícia porque, na verdade, os bandidos fugiram num veículo Gol, azul, de propriedade de Paulo César Nogueira Alcântara, 28 anos, que os aguardava a uma quadra do posto. Ele é acusado de recrutar os autores e conduzir o carro de fuga. As investigações apontaram ainda que Paulo e Edimar são amigos e já trabalharam juntos numa outra revendedora de combustíveis. Conforme a polícia, Roberto César Teixeira Souza e um homem ainda não identificado são os autores do assalto. Dos acusados Ed imar, Paulo e Roberto, apenas o último tem passagem pela polícia, já que cumpria pena por tráfico de drogas e estava em liberdade desde novembro do ano passado. Dinheiro recuperado Na residência de Paulo, localizada na Rua Belmiro Barbosa de Almeida, Bairro Buriti, a policia encontrou R$ 12.540 escondidos no telhado do imóvel. Já na casa de Roberto, que fica no Bairro Dom Antônio Barbosa, foram localizados R$ 5.950 escondidos no sofá da sala, e, um revólver calibre 38. A polícia acredita que o restante do dinheiro e a outra arma utilizada no assalto estejam em poder do quarto suspeito, que ainda não foi identificado. O delegado explicou que toda a quantia recuperada será devolvida à vítima no final das investigações.

Leia Também