Sexta, 17 de Novembro de 2017

Polícia Federal prende dois foragidos do regime semiaberto

21 FEV 2010Por 07h:47
A Polícia Federal em Ponta Porã prendeu dois homens foragidos do regime semiaberto. Eles foram localizados no município de Coronel Sapucaia, na divisa com Capitán Bado, no Paraguai. Na casa dos acusados foram apreendidas armas de grosso calibre que teriam sido utilizadas na execução de duas pessoas em um suposto acerto de contas por dívida de drogas no ano passado. Conforme as informações da Federal, E.M.B., de 30 anos, e C.L.C., também de 30 anos, são foragidos do regime semiaberto, sendo que o primeiro fugiu em setembro de 2008 e o segundo, em maio de 2009. Os dois estavam residindo em Coronel Sapucaia, na divisa com o Paraguai. A esposa de E.M.B. ainda tentou despistar os policiais, mas o acusado acabou preso. No interior da residência foram apreendidas uma cartucheira e uma pistola calibre ponto 40. Na casa de C.L.C. os policiais fizeram a sua detenção e apreenderam um revólver calibre 38, com seis munições. Arma Segundo a PF, existe a possibilidade de a cartucheira apreendida ter sido a arma utilizada para a execução de Celso Luiz Anno, popularmente conhecido pelo apelido de “Celso Japonês”, de 37 anos, e de Wellington Luís da Silva, de 19 anos. Os dois foram mortos no mês de outubro do ano passado, em Coronel Sapucaia. Os corpos dos dois foram localizados no dia 19 de outubro a cerca de 23 metros da linha divisória com o Paraguai. A morte de “Japonês” foi informada aos familiares por telefone. A pessoa que ligou exigiu um valor em dinheiro para informar onde estava o corpo. Dívida A polícia acredita que eles tenham sido executados por não terem pago a compra de drogas na fronteira. “Japonês” e Wellington teriam levado droga para vender em São Paulo e quando retornaram para pegar novo carregamento acabaram mortos. A prisão dos acusados foi feita pela PF com apoio da Polícia Civil. Outro foragido, Francisco Chaves Barbosa, de 30 anos, condenado desde novembro do ano passado pela justiça do Amapá, foi preso na tarde de sexta-feira com contrabando de isqueiros em Ponta Porã. Ele levava cinco caixas do produto e acabou preso pela Polícia Federal. Os isqueiros foram encaminhados para a inspetoria da Receita Federal, na fronteira.

Leia Também