Sábado, 25 de Novembro de 2017

Pistoleiros são mortos ao atacar ONU na Somália

17 AGO 2009Por 15h:42
     

        Pistoleiros invadiram uma instalação da Organização das Nações Unidas (ONU) na Somália, provocando um enfrentamento que deixou três dos agressores mortos e um outro ferido, informou hoje a entidade. O ataque começou quando dez pistoleiros chegaram e abriram fogo contra os guardas da instalação, após eles se recusarem a permitir a entrada dos homens armados no prédio do Programa Mundial de Alimentos (PMA) em Wajid, uma base de ajuda humanitária no sul da Somália, disse Peter Smerdon, um porta-voz do programa. Os guardas responderam ao fogo e o tiroteio durou 15 minutos, afirmou. "O PMA elogia os guardas pela defesa do edifício e do pessoal da ONU", disse Smerdon. "Agora estamos conversando com as autoridades e a comunidade local para acalmar a situação."

        Com informações do Estadão
        
        

Leia Também