Sexta, 24 de Novembro de 2017

PF prende políticos acusados de fraude milionária

7 JUL 2009Por 23h:59
     

DA REDAÇÃO

 

A Operação Owari da Polícia Federal prendeu hoje políticos, funcionários públicos e empresários de Mato Grosso do Sul acusados de fraudes milionárias. As investigações estavam sendo feitas há dois anos pelo Ministério Público Estadual em Dourados. A juíza de Direito da 1ª Vara Criminal de Dourados requisitou à Polícia Federal para cumprimento dos mandados de prisão no Estado. As fraudes movimentaram cerca de R$ 20 milhões.

 

Foram cumpridos 41 mandados de prisão e mais de 80 de busca a apreensão. Na operação comandada pelo delegado Bráulio Galoni foram presos o vice-prefeito de Dourados, Carlinhos Cantor (PR), o vice-prefeito de Ponta Porã Eduardo Campos (DEM), três vereadores de Dourados e um de Navirai, e vários empresários e servidores. Eles são acusados de crimes como fraudes em licitação, sonegação fiscal, agiotagem, formação de quadrilha e corrupção de servidores públicos.

 

Embora a Polícia Federal não tenha revelado nomes, o esquema era comandado pela família Uemura, proprietária de várias empresas no município, entre elas funerárias e duas concessionárias de veículos. Foram presos o empresário Sizuo Uemura, a mulher dele, Helena, filhos do casal, vários parentes e funcionários.

 

Conforme a PF, a quadrilha atuava a partir de Dourados, mas tinha ramificações em Campo Grande, Ponta Porã, Naviraí e em outros municípios do interior do Estado, além de Umuarama e Guaíra, no Paraná, e de municípios de Mato Grosso.

Leia Também