Domingo, 19 de Novembro de 2017

PF investiga "acordo" entre Camargo Corrêa e André Puccinelli

13 ABR 2009Por 22h:47
 Karine Cortez

 

A Polícia Federal investiga "acordo" entre a empreiteira Camargo Corrêa e o governador de Mato Grosso do Sul André Puccinelli (PMDB). O envolvimento do governador em suposto esquema com a construtora foi descoberto em documentos, escritos em francês, apreendidos por agentes da Polícia Federal durante a operação Castelo de Areia. Nos mesmos documentos surgem doações ao deputado federal Paulo Maluf (PP-SP) e ao senador Valdir Raupp (PMDB-RO). Mas, a Polícia Federal não dá detalhes sobre o conteúdo do material apreendido.

         

        Conforme notícia publicada pelo jornal Estado de São Paulo, o interesse dos federais era investigar supostos crimes financeiros e evasão de divisas, mas o foco acabou sendo as doações feitas pela Camargo Corrêa. Os agentes da Polícia Federal, apreenderam 42 planilhas, tabelas e listas relacionando siglas, instituições, obras, partidos e deputados que recebiam valores em reais e dólares. Em entrevista ao jornal Correio do Estado, André Puccinelli negou que tenha recebido da empreiteira, qualquer quantia em dinheiro.

Leia Também