Domingo, 19 de Novembro de 2017

PF adia depoimento de coronel investigado na Operação Santa Tereza

25 JUN 2008Por 23h:00
     

A Polícia Federal adiou para a próxima semana o depoimento do coronel da reserva da Polícia Militar Wilson de Barros Consani Junior, que estava previsto para a tarde de hoje (25). Consani Junior é investigado na Operação Santa Tereza por suspeita de prestação de serviços à casa de prostituição W.E., que, segundo a Polícia Federal, pode ter sido usada para lavagem do dinheiro obtido em financiamentos no BNDES.

 

O coronel é também suspeito de ter intermediado negociações com o presidente da Câmara Municipal de São Paulo, Antonio Carlos Rodrigues, para manter a W.E. em funcionamento.

 

Consani Junior deve depor quarta-feira (02) na Polícia Federal, um dia depois de ser ouvido na Justiça Federal em São Paulo.

 

Com informações da Agência Brasil

Leia Também