Quarta, 22 de Novembro de 2017

PF abre inquérito para investigar Tuma

26 MAI 2010Por 07h:08
     

        A Polícia Federal de Brasília abriu inquérito para investigar a suposta participação do secretário nacional de Justiça na falsificação de documentos para regularizar chineses ilegais no país. Romeu Tuma Júnior está de férias.

        O nome do secretário nacional apareceu em duas investigações da Polícia Federal em gravações telefônicas, publicadas pelo jornal O "Estado de S.Paulo". Ele aparece conversando com Paulo Li, preso sob acusação de contrabando. Tuma Júnior também é suspeito de agenciar a regularização de chineses ilegais no Brasil. O secretário nacional de Justiça, que é responsável pela concessão de permanência para imigrantes, dá explicações sobre um pedido feito por Paulo Li, conforme mostra trechos de uma gravação interceptada pela PF.

        Com informações do site G1

Leia Também