Domingo, 19 de Novembro de 2017

Petrobras descarta aceitar redução do volume importado da Bolívia

14 FEV 2008Por 19h:22
     

        A Petrobras descartou a possibilidade de redução da demanda de gás natural prevista no contrato de importação entre Brasil e Bolívia. A direção da estatal reuniu-se nesta quinta-feira com o vice-presidente boliviano, Álvaro Garcia Linera, na sede da companhia, no Rio.

         

        Linera afirmou na última quarta-feira que iria discutir com a Petrobras a possibilidade de limitar o fornecimento de volume entre 27 milhões a 29 milhões de metros cúbicos/dia - essa é a média histórica de importação do gás boliviano.

         

        O contrato que rege o Gasbol (Gasoduto Bolívia-Brasil) prevê que o Brasil poderá importar até 32 milhões de metros cúbicos/dia, havia informado o vice-presidente. Ele veio ao Brasil acompanhado do ministro de Hidrocarbonetos da Bolívia, Carlos Villegas.

         

        (Com informações da Folha Online)

Leia Também