Sexta, 24 de Novembro de 2017

Pesquisa aponta que 76% dos caminhoneiros buscam sexo nas estradas

4 JAN 2009Por 09h:20
     

        Da Redação

         

        Uma pesquisa realizada pela Faculdade de Ciências da Saúde da Universidade de Brasília (UnB) aponta que 76% dos caminhoneiros brasileiros buscam sexo nas estradas. De acordo com o responsável pelo estudo, professor Elias Marcelino da Rocha, poucos são os que procuram os centros de sáude, apesar da alta exposição a doenças sexualmente transmissíveis (DSTs). 
        
        "Percebemos que esses profissionais não estão cuidando devidamente da saúde", avaliou Rocha, em entrevista ao programa Amazônia Brasileira, da Rádio Nacional da Amazônia.
        
        Ele destacou que a própria profissão de caminhoneiro dificulta os cuidados, uma vez que o profissional passa a maior parte do tempo viajando em veículos de grande porte, que circulam pouco nos perímetros urbanos, onde está a maioria dos postos de saúde e hospitais.
        
        A pesquisa entrevistou 240 caminhoneiros de todo o Brasil, com foco nos Estados de Rondônia, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná e São Paulo. Rocha afirmou que, além da solidão e da distância das suas mulheres, o machismo também tem papel forte na procura por sexo nas estradas por caminhoneiros brasileiros.

         

        Com informações da Agência Brasil
        
        

Leia Também