Segunda, 20 de Novembro de 2017

Peruano mata a mulher com golpe de faca

18 MAI 2010Por 06h:58
Sílvio Andrade, Corumbá
e Thiago Gomes

O peruano Luís Guillermo Manrique Ribeiro, de 30 anos, foi preso em flagrante, acusado do assassinato da esposa, a brasileira Vanessa Cristina de França, também de 30 anos. Ela recebeu um golpe de faca no pescoço ao tentar apartar a briga do companheiro com o seu irmão. O crime aconteceu no domingo, em uma casa na Rua 13 de Junho, no Bairro da Amizade, área de encosta situada no centro de Corumbá.
De acordo com as informações da Polícia Militar, a pessoa que denunciou o crime e que é irmão de Vanessa, relatou que o auxiliar de serviços gerais Luís Guillermo envolveu-se em uma discussão com um vizinho em um “clube dançante” onde trabalha. Ao chegar à residência da vítima, armado com uma faca, procurou o vizinho e reiniciou a briga, entrando inclusive em luta corporal.
Logo após a briga, o acusado retornou para casa e iniciou uma nova discussão, desta vez com o cunhado. O peruano estava alcoolizado. Na tentativa de evitar a briga, Vanessa, mãe de quatro filhos menores, entrou no meio e recebeu um golpe de faca no lado direito do pescoço, morrendo logo depois de ter dado entrada no hospital. O seu corpo foi removido posteriormente para o Instituto de Medicina e Odontologia Legal (Imol), para o exame necroscópico.

Linchamento
Luís Guillermo foi detido e agredido por populares. A Polícia Militar foi acionada e chegou a tempo de evitar um linchamento. Ele apresentava lesões na cabeça e várias escoriações pelo corpo.
Ainda segundo a Polícia Militar, o peruano foi conduzido pelo Corpo de Bombeiros até o pronto-socorro, onde foi medicado e logo em seguida entregue para à guarnição da PM, que o conduziu ao 1º Distrito Policial para ser autuado em flagrante.

Intencional
O delegado de Polícia Civil Gustavo Bueno disse que o peruano, que reside há dez anos no município, demonstrou arrependimento após recuperar-se do efeito da bebida. Seu depoimento, no entanto, indicou que o crime não foi acidental.
Testemunhas do assassinato também foram ouvidas pela polícia. Luís Guillermo foi encaminhado para o Estabelecimento Penal de Corumbá, onde ficará à disposição do Poder Judiciário, até o julgamento.

Leia Também