Sexta, 24 de Novembro de 2017

Permanência da Força Nacional na região de fronteira é prorrogada

7 AGO 2010Por 08h:05
Vânya Santos

O Ministério da Justiça prorrogou por mais 90 dias a permanência da Força Nacional de Segurança Pública em Mato Grosso do Sul, e também nas regiões de fronteira nos estados do Amapá, Pará, Roraima, Amazonas, Acre, Rondônia, Mato Grosso, Paraná e Santa Catarina.
De acordo com portaria 2.049, de 5 de agosto de 2010, publicada na edição do Diário Oficial da União de ontem, o efetivo da Força Nacional continuará nos estados para desempenhar a Operação Sentinela, que em conjunto com outras unidades policiais, visa coibir os crimes de tráfico de drogas, de armas, contrabando, descaminho, evasão de divisas e imigração ilegal.
Neste período, os policiais também darão apoio operacional durante trabalho para detectar ações criminosas nas regiões de fronteira. Ainda de acordo com o Ministério da Justiça, a Polícia Federal solicitou a permanência da Força Nacional nos estados, onde a Operação Sentinela está sendo desenvolvida. Este prazo de 90 dias poderá ser prorrogado.
Sentinela
A Operação Sentinela começou em Mato Grosso do Sul, no dia 9 de março, deste ano, nas regiões fronteiriças dos municípios de Mundo Novo, Amambai, Ponta Porã, Bela Vista, Porto Murtinho e Corumbá.
O trabalho de prevenção e repressão aos crimes praticados na região de fronteira é desenvolvido pela Força Nacional, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Departamento de Operações de Fronteira (DOF) e Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro).

Leia Também