Terça, 21 de Novembro de 2017

Paulo Lacerda é exonerado da Abin

29 DEZ 2008Por 20h:36
     

Brasília

 

Fragilizado por colocar uma tropa de arapongas a serviço Operação Satiagraha, o diretor-geral da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), Paulo Lacerda, foi exonerado hoje pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, após três meses de afastamento da função. Na tentativa de apaziguar a guerra fratricida entre a Polícia Federal e a Abin, Lula decidiu manter Lacerda bem longe: vai acomodá-lo em Portugal, no novo cargo de adido policial da embaixada brasileira em Lisboa.

Alvo de inquérito da Polícia Federal e do Ministério Público por suspeita de comandar um esquema de escuta clandestina e atuação ilegal de agentes da Abin na Satiagraha - que pôs na berlinda o banqueiro Daniel Dantas -, Lacerda já havia sido afastado temporariamente do comando da agência em setembro. Na ocasião, a "Agência Estado" apurou que Lacerda não mais voltaria ao comando da Abin.

O afastamento foi a alternativa que restou ao Governo, na época, depois de denúncia dando conta de que a Abin supostamente grampeara o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, ministros e políticos do Governo e da oposição. A matéria completa está na edição de amanhã do jornal Correio do Estado.

 

Com informações da Agência Estado

Leia Também