Segunda, 20 de Novembro de 2017

Pátio sujo faz Polícia Federal ser notificada

7 ABR 2010Por 23h:38
bruno grubertt

A Superintendência da Polícia Federal (PF) em Mato Grosso do Sul foi notificada pela Prefeitura de Campo Grande por manter sujeira e focos do mosquito da dengue no pátio de seu prédio, localizado na Vila Sobrinho.

A Secretaria Municipal de Saúde divulgou na edição de ontem do Diário Oficial de Campo Grande uma lista com seis autos de infração, emitidos contra os proprietários de imóveis onde os agentes de saúde encontraram focos de proliferação do mosquito transmissor do vírus da dengue. Foram notificados donos de terrenos e prédios localizados nos bairros Mata do Jacinto, Nhá-Nhá e Coophavila II.

Todos os proprietários, incluindo a Polícia Federal, passam a responder a um Processo Administrativo Sanitário e estão sujeitos a multa, que pode chegar a R$ 7 mil. A Superintendência da PF foi notificada, segundo o edital publicado, porque “deixou de executar medidas necessárias para manutenção de sua propriedade limpa, a fim de evitar acúmulo de materiais inservíveis e coleções líquidas que possam propiciar a instalação e proliferação de fauna sinantrópica, além de criadores do vetor da dengue”. Os proprietários autuados têm até 10 dias para apresentar defesa ou pedir a impugnação da penalidade.

A Polícia Federal informou que o grande número de veículos apreendidos e estacionados no pátio da superintendência dificultam o combate aos focos. A PF afirmou, também, que faz vistorias diárias a fim de evitar o acúmulo de água.
Só este ano, Campo Grande já registrou mais de 30 mil notificações da dengue. Pelo menos 31 mortes podem ter sido causadas pela doença em Mato Grosso do Sul, que enfrenta a epidemia de dengue mais letal  dos últimos anos.

Leia Também